Maior youtuber da América Latina no L’Étape Brasil 2021

Ícone da cultura pop, Konrad Dantas, mais conhecido por KondZilla, encarou os 60 quilômetros do L’Étape Brasil by Tour de France. Dono de uma das maiores produtoras de conteúdo do mundo, com 65 milhões de inscritos, o youtuber de 33 anos pratica o ciclismo há um pouco mais de um ano para se manter saudável.

”Sempre gostei de bicicleta, adorava downhill. Parei por um tempo e agora voltei para me manter saudável, pra cima e feliz! Libertar endorfina é importante para depois continuar produzindo conteúdo de entretenimento, seja no funk, série da Netflix, programa de TV, etc.”, disse KondZilla.

KondZilla agencia os maiores rappers e MCs do País e conta com mais de 30 bilhões de visualização. O produtor também tem uma série original do Netflix chamada Sintonia.

Fã do L’Étape Brasil, KondZilla espera servir de exemplo para seus fãs terem mais qualidade de vida. ”Foi um desafio e uma alegria muito grande! Fico feliz em poder concluir a prova em menos de 3 horas com meus amigos”. Konrad Dantas estava com Filipe Ratz e Jefferson Oliveira, parceiros do Guarujá (SP).

Por meio de uma parceria inédita entre iniciativa privada e a A.S.O. – Amaury Sports Organisation, chegou ao Brasil em 2015 um dos mais respeitados eventos esportivos do mundo. O L’Étape Brasil simula para os fãs da modalidade uma experiência de pedalar uma prova do Tour de France. Após três edições iniciais nos anos de 2015, 2016 e 2017 na cidade paulista de Cunha, o L’Étape Brasil seguiu para Campos do Jordão, onde realizou a prova pela quarta vez.

Henrique Avancini faz surpresa inusitada

O campeão mundial Henrique Avancini protagonizou a maior surpresa do L’Étape Brasil by Tour de France 2021. O atleta olímpico e campeão mundial de MTB se caracterizou de ‘Senhor Agnaldo’, que aparentava ter 65 anos. Henrique largou no primeiro pelotão e encarou o personagem.

Com um modelo antigo de bicicleta, o atleta deixou ser ultrapassado em vários momentos e surpreendeu seus adversários ao fazer boas recuperações e conseguir terminar o trajeto entre os primeiros colocados.

Ao final da prova, Henrique Avancini revelou sua identidade. ”Curti um pouco mais o pelotão, fui passando a galera, tinha uns que eu brincava um pouco mais. Muito legal a expressão de surpresa do pessoal, o público em alguns pontos da pista vibrava, então foi muito legal, uma experiência bem bacana”.

”Não sei há quanto tempo eu não fazia uma prova no Brasil sem ser o Avancini, o Avança, então foi muito legal ser só mais um cara no pelotão no meio da galera sem ninguém saber quem eu sou e poder curtir o percurso, a prova, sem ter nenhuma expectativa. Foi legal, me diverti”, disse Henrique Avancini, que no MTB compete pela equipe Cannondale Factory Racing.

A ação foi realizada pelas marcas Cannondale e Strava, que patrocinam o L’Étape Brasil 2021.

Pippo Garnero e Adriele Alves vencem L’Étape Brasil by Tour de France 2021

A sétima edição do L’Étape Brasil by Tour de France ocorreu neste domingo (26), em Campos do Jordão (SP). A maior prova de ciclismo amador do País largou às 7h para o percurso oficial de 96 quilômetros pelas estradas do Vale do Paraíba.

Devido à chuva do sábado (25), a direção de prova encurtou um trecho de percurso na região do Lajeado e o trajeto passou de 104 para 96 quilômetros. Já a versão menor permaneceu com 60 quilômetros.

O paulista Pippo Garnero venceu a prova oficial com 2h35min28s, com apenas 9 segundos de vantagem para o vice-campeão, Alan Maniezzo (Taubaté Cycling) com o tempo de 2h35min37s.  A terceira posição ficou com Euller Rabelo (Assessoria Flávio Santos), que terminou o percurso em 2h35min45s.

Pippo Garnero classificou o Tour de France brasileiro como uma prova dura e muito competitiva. ”O trecho mais curto exigiu mais potência, mais explosão, mas no final a montanha dura acabou prevalecendo. É uma prova montanhosa, minha característica marcante, e isso me ajudou a prevalecer. Os rivais estavam muito bem preparados e eu estou esgotado, como devemos ficar no final de toda prova de bicicleta”.

O atleta foi o primeiro também no topo da prova, que lhe rendeu o prêmio Rei da Montanha Strava.”No finalzinho da serra dei outro ataque e consegui terminar o Rei da Montanha na frente e chegar em primeiro. Eles estavam logo atrás e foi um momento de tensão. Maravilhoso, ganhar isso aqui vale mais do que estar em Paris com a camisa amarela’, comemorou Pippo Garnero.

No feminino, a favorita Tota Magalhães liderou os primeiros quilômetros, mas o sonho do bicampeonato do L’Étape ficou pelo caminho após furar o pneu de sua bicicleta. A atleta local Adriele Mendes (Memorial Santos) venceu com 2h54min18.

”Foi muito emocionante, porque foi muito difícil. Eu treinei o ano inteiro para isso, e não tenho palavras, todo o esforço valeu a pena. A organização foi sensacional. Eu sou de Campos de Jordão, e sou muito feliz por termos esse evento aqui na cidade, por trazer o ciclismo aqui pro Brasil e para Campos do Jordão”.

A segunda colocação no geral feminino ficou com Taise Benato, também do Memorial de Santos, com o tempo de 2h57min28. Primeira a alcançar o topo da prova, Taise conquistou o título de Rainha da Montanha Strava. O terceiro lugar na disputa foi para Bia Neres, triatleta do Esporte Clube Pinheiros e vice-campeã do ano passado, que fechou a prova em 2h59min25.

Na versão de 60 quilômetros feminina, a vitória ficou com Fernanda Martello (Spin Sports) com 1h52min35s. Em segundo terminou a curitibana Gabrielle Lemes (Seleção Escolinha de Triathlon) com o tempo de 1h55s00s e em terceiro Renata Novais (Santiago Ascenco Assessoria Esportiva) que finalizou a prova em 1h58min27.

No masculino, o campeão geral da prova de 60 quilômetros foi Rafael de Oliveira (Alex) com o tempo de 1h39min29. Na segunda colocação terminou Diego de Oliveira (Taquara Bike) com 1h41min48, e em terceiro ficou Marcos Roberto Souza (1h42min19s).

Veja os resultados completos aqui: bit.ly/ResultadoLetape2021

Nova geração do triathlon brasileiro na prova de 2021

Destaques da nova geração do esporte brasileiro, os paranaenses Gabrielle Lemes, Alice Tinelli, e Roberto Paulo Licheski vão disputar o percurso mais curto do L’Étape Brasil, neste domingo (26). Já Gabriel Lecheta fará os 104. Os quatro integram a Seleção Escolinha de Triathlon, time de alto rendimento criado para impulsionar talentos descobertos na Escolinha de Triathlon Formando Campeões.

O foco do time de Curitiba (PR) são as principais competições nacionais e internacionais. A prova em Campos do Jordão (SP) está no programa de treinos para os Jogos Sul-Americanos de Triathlon, no final do ano.

”Estou bem animada. Hoje a gente fez um pedaço do percurso, que é lindo. Será uma prova bem divertida, bem diferente do que a gente está acostumada a fazer, e acho que vai dar para ter um desempenho bem legal”, revelou Gabrielle Lemes, campeã sul-americana júnior de triathlon em 2018.

”É um orgulho representar a Escolinha de Triathlon, que está com a gente desde quando começamos no esporte. Conseguir representar bem amanhã será um bom retorno para o projeto e para nós.”

Estão abertas as inscrições para o L’Étape Brasil 2022! Pelo quinto ano consecutivo na cidade de Campos do Jordão (SP), a prova contará com toda a estrutura e experiência já consolidadas da maior de ciclismo amador da América Latina.

Mais informações:

Ciclistas prontos para o Tour de France brasileiro, maior prova da América Latina

O L’Étape Brasil by Tour de France chega à sua sétima edição neste domingo (26), em Campos do Jordão (SP), com os percursos de 104 quilômetros (completa) e 60 quilômetros pelas estradas do Vale do Paraíba. A maior prova de ciclismo da América Latina chega à sua sétima edição e conta com participações de atletas amadores de todos os estados da federação, ex-olímpicos e celebridades.

A largada da prova principal está marcada para 7h na frente do Centro de Evento André Franco Montoro, onde está instalado o Village do Tour de France. Serão ao todo 12 tiros de partida para as categorias inscritas.

Os maiores desafios da prova são as três subidas, que totalizam 2.330 metros de altitude acumulada. A versão menor terá altitude máxima 1.332. A competição, em parceria com o aplicativo Strava, premiará também o Rei e Rainha da Montanha.

Os competidores fizeram retirada dos kits oficiais neste sábado (25) e aproveitaram para visitar os estandes dos patrocinadores e apoiadores da prova. Uma das celebridades presentes esse ano é a modelo e apresentadora Daniella Cicarelli.

”Eu pedalo mas esse ano estou treinando para uma maratona daqui a 40 dias, então vou fazer o percurso curto, mas eu não poderia deixar de participar dessa prova, não poderia ter deixar de participar dessa etapa aqui do Brasil. É um evento incrível, Tour de France a gente assiste, vibra todos os dias, torcendo, olhando os equipamentos e ter uma etapa do Tour de France aqui no Brasil é maravilhoso”, disse a mineira Daniella Cicarelli.

O L’Étape Brasil simula para os fãs da modalidade uma experiência de pedalar uma prova do Tour de France. Após três edições iniciais nos anos de 2015, 2016 e 2017 na cidade paulista de Cunha, o L’Étape Brasil seguiu para Campos do Jordão, onde realizará o evento pela quarta vez.

Os atletas amadores que estreiam na prova poderão ter suporte de um pacer, que ditará o ritmo de maneira confortável para encarar o desafio de ciclismo. O objetivo de Vinicius Ferreira, que fará a condução do pelotão, é proporcionar uma experiência inesquecível aos presentes.

”Vou largar com um ritmo mais tranquilo, conduzir todo mundo pela descida da serra nova, no meio percurso, e deixar a galera pronta para subir a Serra Velha com tranquilidade. O importante é não ter pressa! Sempre siga atrás tranquilo, preste atenção nas sinalizações que a gente vai fazer normalmente e não queimar a largada na questão da intensidade. Dois terços da prova são basicamente planos e de descida então economize nesses momentos para a subida”, contou Vinicius Ferreira, Pacer Oficial do L’Étape Brasil by Tour de France.

A previsão do tempo para a manhã deste domingo (26) em Campos do Jordão (SP) é de céu nublado com pouca possibilidade de chuva. Os ciclistas mais bem treinados devem concluir o percurso principal em um pouco mais de 3 horas.

O percurso será 100% fechado para o trânsito de veículos durante o L’Étape Brasil. Os atletas ainda vão contar com motos de apoio, ambulâncias, helicóptero e oficiais de pistas, além de pontos de hidratação, alimentação, apoio mecânico fixo e veículos para suporte espalhados pelo percurso.

O atleta amador Otávio Bulgarelli é o atual tricampeão da prova. No ano passado, o ciclista fez o percurso com o tempo de 3h04min35. A segunda colocação ficou para Felipe Fossati (3h05min02) e o terceiro lugar para Guilherme Couto (3h06min50).

Com apenas 20 anos, a carioca Tota Magalhães promete defender o título em 2021. A jovem ciclista venceu pela primeira vez no L’Étape Brasil com a marca de 3h28min06 em 2020. No feminino, a prata ficou com Bia Neres (3h29min30) e o bronze com Mariana Brugger (3h33min17).

A versão de 66 quilômetros teve como vencedora Carolina Weber (2h07min14), seguida por Camila Angulo (2h07min45) e Flavia Lorenzetti (2h10min41s). No masculino, Daniel Ferreira ganhou os 66 quilômetros com 1h52min09s375. A sequência teve Flávio Roberto Ferreira (1h52min09s542) e Walter Miguel Ribeiro (1h53min07s188).

Por meio de uma parceria inédita entre iniciativa privada e a A.S.O. – Amaury Sports Organisation, o L’Étape Brasil chegou ao Brasil em 2015 e é um dos mais respeitados eventos esportivos do mundo.

”Estou impressionado com a paixão do ciclistas brasileiros que amam o ciclismo e amam o tour de France. Estou impressionado com tantas marcas que estão no evento, e muito impressionado com a organização por oferecer a todos os fãs de ciclismo no Brasil um evento com um nível alto de qualidade e organização”, explicou o diretor da A.S.O., o francês Dara Rith.

Sétima edição do Tour de France no Brasil será disputada neste domingo (26)

A maior prova de ciclismo do mundo será realizada no país pela sétima vez neste domingo (26), em Campos do Jordão (SP). O L’Étape Brasil by Tour de France reúne ciclistas amadores, ex-atletas e personalidades para os percursos de 104 quilômetros (completa) e 60 quilômetros pelas estradas do Vale do Paraíba.

Por meio de uma parceria inédita entre iniciativa privada e a A.S.O. – Amaury Sports Organisation, chegou ao Brasil em 2015 um dos mais respeitados eventos esportivos do mundo. O L’Étape Brasil simula para os fãs da modalidade uma experiência de pedalar uma prova do Tour de France. Após três edições iniciais nos anos de 2015, 2016 e 2017 na cidade paulista de Cunha, o L’Étape Brasil seguiu para Campos do Jordão, onde realizará o evento pela quarta vez.
O atleta amador Otávio Bulgarelli é o atual tricampeão da prova. No ano passado, o ciclista fez o percurso com o tempo de 3h04min35. A segunda colocação ficou para Felipe Fossati (3h05min02) e o terceiro para Guilherme Couto (3h06min50).

Com apenas 20 anos, a carioca Tota Magalhães promete defender o título em 2021. A jovem ciclista venceu pela primeira vez no L’Étape Brasil com a marca de 3h28min06. No feminino, a prata ficou com Bia Neres (3h29min30) e o bronze com Mariana Brugger (3h33min17).

A versão de 66 quilômetros teve como vencedora Carolina Weber (2h07min14), seguida por Camila Angulo (2h07min45) e Flavia Lorenzetti (2h10min41s). No masculino, Daniel Ferreira ganhou os 66 quilômetros com 1h52min09s375. A sequência teve Flávio Roberto Ferreira (1h52min09s542) e Walter Miguel Ribeiro (1h53min07s188).

”A prova deve ter um ritmo bom em Campos do Jordão (SP). Os melhores atletas devem completar o percurso numa média de 3 horas. Apesar de ter montanhas, o L’Étape tem uma dinâmica muito rápida. Os ciclistas podem pedalar com mais fluidez pelo percurso, usando tangentes de curvas e aproveitando melhor o traçado para manter uma velocidade alta. Está previsto chuva no final do dia,  mas sem chuva e um clima mais ameno no período da manhã”, disse Fernando Cheles, diretor de prova.

O briefing técnico foi realizado de maneira online na noite desta quinta-feira (23) com a apresentação do medalhista olímpico e organizador, Bruno Prada.

Assista ao briefing técnico

”Vou para a minha quarta edição e a expectativa é de fazer um bom tempo, melhorando a minha marca do ano passado. Encarar as subidas é muito difícil, principalmente para um cara alto e pesado como eu! Mas fiz uma planilha boa para fazer uma boa prova”.

”Independente da performance, o mais importante é estar lá e encontrar as pessoas. A sensação da chegada é indescritível. É uma experiência incrível e a prova é muito bem organizada”, contou o campeão olímpico Nalbert.

Village L’Étape

O L’Étape Brasil está em novo local na edição 2021! O encontro dos ciclistas está sendo realizado no Centro de Eventos André Franco Montoro. O Village do Tour de France está aberto desde sexta-feira (24).

Além de ser o local da retirada do kit atleta, grandes marcas e empresas farão a exposição de seus serviços e produtos, entre outras experiências e surpresas para conhecer e testar. A abertura dos portões será na sexta-feira (24), a partir das 12h. No dia seguinte, no sábado (25), o Village funcionará das 9h às 20h.

”A organização do L’Étape Brasil by Tour de France seguirá tomando as medidas sanitárias e de prevenção necessárias para dar mais segurança a todos em relação à pandemia de COVID-19”, disse o organizador Fábio Bodra.

De acordo com a organização, o trabalho para garantir uma prova cada vez mais segura e cuidar de todos os detalhes continuam. A expectativa para setembro é que os atletas vivam uma experiência única e memorável pelas estradas da Serra da Mantiqueira.

Serviço do Village L’Étape
Endereço: Centro de Eventos André Franco Montoro, na Rua Eunice Sollis Além, s/n – Abernéssia.
Horários de funcionamento:

Sexta-feira, 24 de setembro: das 12h às 20h (retirada de kit);
Sábado, 25 de setembro: das 9h às 20h (retirada de kit);
Domingo, 26 de setembro: das 8h às 17h.

Inscrições para 2022 abertas

Estão abertas as inscrições para o L’Étape Brasil 2022! Pelo quinto ano consecutivo na cidade de Campos do Jordão (SP), a prova contará com toda a estrutura e experiência já consolidadas da maior de ciclismo amador da América Latina.

Mais informações:

Atual campeã do L’Étape Brasil by Tour de France espera marcação forte no domingo

A ciclista Ana Vitória Magalhães está confirmada para defender o título do L’Étape Brasil by Tour de France, que será disputado neste domingo (26), em Campos do Jordão (SP). A estudante carioca de 20 anos venceu a edição passada com a marca de 3h28min06 e passou a atrair atenção do mundo do ciclismo pelo seu talento.

O resultado de 2020, derrotando a campeã sul-americana de triatlo Bia Neres, obrigou Tota, como é conhecida pelos companheiros de modalidade, a se preparar ainda mais para a prova de 2021, que terá o percurso um pouco menor, com 104 quilômetros.

Os treinos no Rio de Janeiro (RJ) foram com bastante volume, principalmente para encarar as subidas no Vale do Paraíba. A ciclista acredita que o resultado é uma consequência de sua preparação, por isso promete dar o seu máximo.

”A pressão veio pra mim, agora defendendo o título! Faz parte do jogo. Ganhei mais experiência e bagagem. Estou super animada e na minha melhor forma física, com certeza! Quero dar o meu melhor nesse percurso desafiador. Sei que vai vir uma mulherada forte”, explicou a ciclista da equipe Lulu Five Team.

Tota Magalhães focou bastante em treinos de montanha no último mês. O L’Étape Brasil by Tour de France, em seu percurso completo, conta com 2.330 metros de altimetria acumulada, o equivalente a subir um prédio residencial de 770 andares. ”Itapeva, Machadinho e Serra Velha são pontos-chave da prova. Foquei bastante nisso e estou indo preparada para sofrer”.

Os ciclistas participantes terão três montanhas principais no percurso. A primeira escalada será de 13,3 km de extensão rumo ao Pico, depois mais 4,8 km e 140 m de altimetria na Serrinha do trevo das rodovias SP-050 e SP-046 e a última de 14 km de ascensão com 710 m de altimetria no trecho da Serra Velha. Vale lembrar que esse trecho final será após 85 km pedalados.

Rei e Rainha da Montanha

Com o apoio ao L’Étape Brasil, o Strava, maior comunidade esportiva do mundo, apoiará o Desafio Rei e Rainha da Montanha, recriando um dos principais momentos do Tour de France, em que os vencedores receberão uma premiação exclusiva do Strava.

Ao longo do percurso das provas, o Strava terá placas de sinalização e uma polyline (linha que marca o traçado da atividade) exclusiva da competição, com um tratamento especial para o percurso no mapa das atividades publicadas na plataforma.

”O ciclismo cresceu muito por aqui nos últimos meses e é a modalidade mais praticada dentro do Strava”, destacou Rosana Fortes, country manager do Strava no Brasil. “O L’Étape já é uma das principais provas de ciclismo do país, e, além de trazer o selo ‘Tour de France’, busca envolver cada vez mais a população das cidades-sede, o que é muito interessante”.

Todos os inscritos ainda receberão adesivos e meias do Strava no kit oficial dos atletas, e terão a possibilidade de aproveitar até 30 dias de cortesia da versão paga do app. O Strava conta mais de 90 milhões de usuários no mundo e mais de 11 milhões no Brasil.

“O L’Étape é uma competição internacional com grandes marcas e instituições envolvidas. Agora se junta a uma das marcas mais importantes do mercado do ciclismo brasileiro. A parceria tende a ser um grande sucesso”, comentou Bruno Prada, organizador da prova.

A sétima edição do L’Étape Brasil by Tour de France terá também uma versão mais curta, de 60 quilômetros, pelas estradas de Campos do Jordão (SP). A organização seguirá tomando as medidas sanitárias e de prevenção necessárias para dar mais segurança a todos em relação à pandemia de COVID-19.

O percurso será 100% fechado para o trânsito de veículos durante o L’Étape Brasil. Os atletas ainda vão contar com motos de apoio, ambulâncias, helicóptero e oficiais de pistas, além de pontos de hidratação, alimentação, apoio mecânico fixo e veículos para suporte espalhados pelo percurso.

Por meio de uma parceria inédita entre iniciativa privada e a A.S.O. – Amaury Sports Organisation, chegou ao Brasil em 2015 um dos mais respeitados eventos esportivos do mundo. Após três bem sucedidas edições nos anos de 2015, 2016 e 2017 na cidade paulista de Cunha, o L’Étape Brasil seguiu para Campos do Jordão, onde realizará o evento pela quarta vez.

Novo Village

O Centro de Eventos André Franco Montoro, em Campos do Jordão (SP), será o novo local do Village do L’Étape Brasil by Tour de France. O espaço vai receber os ciclistas amadores de 24 a 26 de setembro.

Além de ser o local da retirada do kit atleta, grandes marcas e empresas farão a exposição de seus serviços e produtos, entre outras experiências e surpresas para conhecer e testar. A abertura dos portões será na sexta-feira (24), a partir das 12h. No dia seguinte, no sábado (25), o Village funcionará das 9h às 20h. Na data da prova, o espaço fica aberto das 8h às 17h.

O novo local fica no bairro Abernéssia e substituiu o Parque do Capivari, que sediou a concentração dos ciclistas nos últimos três anos e agora está em reforma.

Village L’Étape

Endereço: Centro de Eventos André Franco Montoro, na Rua Eunice Sollis Além, s/n – Abernéssia.
Horários de funcionamento:
Sexta-feira, 24 de setembro: das 12h às 20h (retirada de kit);
Sábado, 25 de setembro: das 9h às 20h (retirada de kit);
Domingo, 26 de setembro: das 8h às 17h.

Brasileiro Otávio Bulgarelli fica em quarto no L’Étape Suíça

Otávio Bulgarelli, tricampeão do L’Étape Brasil by Tour de France, ficou em quarto lugar na etapa de Berna, na Suíça, prova disputada neste domingo (12). Foram 110 quilômetros de distância e o ciclista brasileiro brigou pelo pódio do começo ao fim!

Os participantes enfrentaram subidas difíceis e um final apertado. O suíço Arnaud Tissières foi o vencedor, com um pouco mais de 3 horas de percurso. ”Vim para o Sprint para tentar a última vaga no pódio e não consegui superar o outro ciclista suíço, que desceu comigo. Saio muito feliz e satisfeito com esse P4 numa prova de altíssimo nível técnico e com diversos ex-profissionais que reencontrei aqui quando corria na Itália”, disse Otávio Bulgarelli.

O tricampeão do L’Étape Brasil reforça que a largada começou muito rápida e que conseguiu escapar na fuga nos 15 quilômetros. O ciclista explica que foi neutralizado quando teve que parar numa linha de trem fechada com 35 quilômetros de prova para esperar passar o trem.

”Pelotão reduzido com uma largada muito forte. Éramos uns 25 nesse momento. Na metade da prova as próprias subidas foram selecionando os ciclistas. Até que fizemos em 4 para as últimas subidas, e as mais duras! Uma delas passavam os 25% de inclinação”, explicou Otávio Bulgarelli.

”O campeão atacou exatamente nela. Com certeza ele foi o mais forte do dia, muito merecido a vitória. Ficou para a disputa o 2º e 3º colocados no pódio, eu contra dois suíços. Faltando 15km. Vários ataques no final, até que na última descida, longa, com 8km, não consegui o cara da cidade, que conhece muito bem o local. Desceu como um míssil. Não tinha como acompanhar, e seria risco demais pois o trânsito ainda estava aberto meia faixa. 90km e cortando na contramão em alguns trechos”, finalizou o brasileiro.

Vale lembra que Otávio Bulgarelli ganhou as três últimas edições do L’Étape Brasil em Campos do Jordão (SP). Em 2019, com a distância de 107 quilômetros, o atleta fez em 3h07min02. No ano passado, Otávio Bulgarelli conquistou o terceiro título consecutivo do L’Étape Brasil by Tour de France com a melhor marca: 3h04min35.

No final do mês, o tricampeão disputará o L’Étape Brasil em Campos do Jordão (SP), mas dessa vez apenas para acompanhar um aluno da assessoria dele no percurso curto de 66 quilômetros.

L’Étape Brasil 2021

Por meio de uma parceria inédita entre iniciativa privada e a A.S.O. – Amaury Sports Organisation, chegou ao Brasil em 2015 um dos mais respeitados eventos esportivos do mundo. Após três bem sucedidas edições nos anos de 2015, 2016 e 2017 na cidade paulista de Cunha, o L’Étape Brasil seguiu para Campos do Jordão, onde realizará o evento pela quarta vez.

O L’Étape Brasil by Tour de France 2021 será em 26 de setembro. Os ciclistas amadores irão pedalar nas versões de 104 quilômetros (completa) e 60 quilômetros pelas estradas do Vale do Paraíba. A prova mantém suas características desafiadoras e está marcada para 26 de setembro.

A mudança fica apenas para o local da largada, que muda da Praça do Capivari para a avenida Frei Orestes, em frente ao Centro de Eventos André Franco Montoro, espaço onde será montado o Village.A diferença é de apenas 3 quilômetros para a versão completa e 6 para a menor!

L’ÉTAPE BRASIL 2021 – PROTOCOLOS DE SEGURANÇA

Para a prova de 2021, nós da Equipe L’Étape Brasil, continuaremos trabalhando para garantir uma experiência segura a todos os participantes da prova e também aos visitantes e expositores do nosso Village.
Confira abaixo as medidas de segurança e prevenção que serão adotadas em todos os locais por onde passam nossos atletas
  VILLAGE:
 
• Controle de entrada, com monitoramento de temperatura de todos visitantes; 
• Totens com álcool em gel espalhados por todo o village; 
• Controle de distanciamento de 1,5m dentro das lojas dos expositores; 
• Equipe de limpeza nos locais de maior concentração de pessoas.
 
  ENTREGA DO KIT :
 
• Equipe com EPI’s; 
• Espaçamento na fila, respeitando o distanciamento de 1,5m entre os atletas; 
• Higienização dos materiais;
• Comprovante de Vacinação contra o Covid-19 ou exame RT-PCR – negativo (de até 72h antes da retirada) será exigido a todos os participantes.
 
  LARGADA
 
 • Controle de entrada nos pelotões, com monitoramento de temperatura de todos atletas; 
• Demarcação de espaços entre atletas respeitando 1,5m de distância; 
• Controle do uso de máscara
 
  PERCURSO/PH
• Equipe com EPI’s; 
• Distribuição de alimentos e bebidas separados e higienizados para cada atleta 
 
  CHEGADA
 
• Equipe com EPI’s; 
• Dispersão para evitar aglomerações; 
• Distribuição de máscaras; 
• Entrega de medalhas empacotadas e higienizadas.
 
* Esses protocolos e medidas foram elaborados de acordo com as melhores práticas do setor para a execução de competições ao ar livre, incluindo padrões da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Tricampeão do L’Étape Brasil compete em prova da Suíça

O tricampeão do L’Étape Brasil by Tour de France escolheu como prêmio de sua vitória no País em 2019 pedalar a etapa de Berna, na Suíça. Após adiamento por causa da COVID-19, o ciclista Otávio Bulgarelli terá a chance de disputar a prova de 110 quilômetros, que larga a partir de 8h deste domingo (12).

Nas três edições da prova em Campos do Jordão (SP), o vencedor no masculino foi Otávio Bulgarelli. Em 2019, com a distância de 107 quilômetros, o atleta fez em 3h07min02. No ano passado, Otávio Bulgarelli conquistou o terceiro título consecutivo do L’Étape Brasil by Tour de France com a melhor marca: 3h04min35.

O objetivo de Otávio Bulgarelli é conquistar mais um resultado positivo para o Brasil, igualando feito de 2019, quando venceu o L’Étape do Reino Unido. O ciclista reconheceu o percurso suíço e destacou as dificuldades, principalmente as subidas.

”O reconhecimento foi num dia nublado, mas não pegamos chuva e mesmo assim deu pra ver que a região é maravilhosa impossível descrever ou até a foto não mostra o que realmente é. Eu achava que não era tão difícil, olhando apenas pelo mapa e Strava, e realmente fiquei surpreso com a dificuldade das subidas, uma delas passou os 20% de inclinação”, disse o ciclista brasileiro.

”Vamos tentar um bom resultado, os adversários já sabem quem sou eu, pois está sendo amplamente divulgado aqui. O difícil vai saber quem é pra eu marcar ou tentar andar junto, acredito ser uma prova muito difícil e disputada do começo ao fim. Tentarei meu melhor, com cautela pois existem muitas descidas perigosas”, completou Otávio Bulgarelli.

No final do mês, o tricampeão disputará o L’Étape Brasil em Campos do Jordão (SP), mas dessa vez apenas para acompanhar um aluno da assessoria dele no percurso curto de 66 quilômetros.