Brasileiro Otávio Bulgarelli fica em quarto no L’Étape Suíça

Otávio Bulgarelli, tricampeão do L’Étape Brasil by Tour de France, ficou em quarto lugar na etapa de Berna, na Suíça, prova disputada neste domingo (12). Foram 110 quilômetros de distância e o ciclista brasileiro brigou pelo pódio do começo ao fim!

Os participantes enfrentaram subidas difíceis e um final apertado. O suíço Arnaud Tissières foi o vencedor, com um pouco mais de 3 horas de percurso. ”Vim para o Sprint para tentar a última vaga no pódio e não consegui superar o outro ciclista suíço, que desceu comigo. Saio muito feliz e satisfeito com esse P4 numa prova de altíssimo nível técnico e com diversos ex-profissionais que reencontrei aqui quando corria na Itália”, disse Otávio Bulgarelli.

O tricampeão do L’Étape Brasil reforça que a largada começou muito rápida e que conseguiu escapar na fuga nos 15 quilômetros. O ciclista explica que foi neutralizado quando teve que parar numa linha de trem fechada com 35 quilômetros de prova para esperar passar o trem.

”Pelotão reduzido com uma largada muito forte. Éramos uns 25 nesse momento. Na metade da prova as próprias subidas foram selecionando os ciclistas. Até que fizemos em 4 para as últimas subidas, e as mais duras! Uma delas passavam os 25% de inclinação”, explicou Otávio Bulgarelli.

”O campeão atacou exatamente nela. Com certeza ele foi o mais forte do dia, muito merecido a vitória. Ficou para a disputa o 2º e 3º colocados no pódio, eu contra dois suíços. Faltando 15km. Vários ataques no final, até que na última descida, longa, com 8km, não consegui o cara da cidade, que conhece muito bem o local. Desceu como um míssil. Não tinha como acompanhar, e seria risco demais pois o trânsito ainda estava aberto meia faixa. 90km e cortando na contramão em alguns trechos”, finalizou o brasileiro.

Vale lembra que Otávio Bulgarelli ganhou as três últimas edições do L’Étape Brasil em Campos do Jordão (SP). Em 2019, com a distância de 107 quilômetros, o atleta fez em 3h07min02. No ano passado, Otávio Bulgarelli conquistou o terceiro título consecutivo do L’Étape Brasil by Tour de France com a melhor marca: 3h04min35.

No final do mês, o tricampeão disputará o L’Étape Brasil em Campos do Jordão (SP), mas dessa vez apenas para acompanhar um aluno da assessoria dele no percurso curto de 66 quilômetros.

L’Étape Brasil 2021

Por meio de uma parceria inédita entre iniciativa privada e a A.S.O. – Amaury Sports Organisation, chegou ao Brasil em 2015 um dos mais respeitados eventos esportivos do mundo. Após três bem sucedidas edições nos anos de 2015, 2016 e 2017 na cidade paulista de Cunha, o L’Étape Brasil seguiu para Campos do Jordão, onde realizará o evento pela quarta vez.

O L’Étape Brasil by Tour de France 2021 será em 26 de setembro. Os ciclistas amadores irão pedalar nas versões de 104 quilômetros (completa) e 60 quilômetros pelas estradas do Vale do Paraíba. A prova mantém suas características desafiadoras e está marcada para 26 de setembro.

A mudança fica apenas para o local da largada, que muda da Praça do Capivari para a avenida Frei Orestes, em frente ao Centro de Eventos André Franco Montoro, espaço onde será montado o Village.A diferença é de apenas 3 quilômetros para a versão completa e 6 para a menor!

Tricampeão do L’Étape Brasil compete em prova da Suíça

O tricampeão do L’Étape Brasil by Tour de France escolheu como prêmio de sua vitória no País em 2019 pedalar a etapa de Berna, na Suíça. Após adiamento por causa da COVID-19, o ciclista Otávio Bulgarelli terá a chance de disputar a prova de 110 quilômetros, que larga a partir de 8h deste domingo (12).

Nas três edições da prova em Campos do Jordão (SP), o vencedor no masculino foi Otávio Bulgarelli. Em 2019, com a distância de 107 quilômetros, o atleta fez em 3h07min02. No ano passado, Otávio Bulgarelli conquistou o terceiro título consecutivo do L’Étape Brasil by Tour de France com a melhor marca: 3h04min35.

O objetivo de Otávio Bulgarelli é conquistar mais um resultado positivo para o Brasil, igualando feito de 2019, quando venceu o L’Étape do Reino Unido. O ciclista reconheceu o percurso suíço e destacou as dificuldades, principalmente as subidas.

”O reconhecimento foi num dia nublado, mas não pegamos chuva e mesmo assim deu pra ver que a região é maravilhosa impossível descrever ou até a foto não mostra o que realmente é. Eu achava que não era tão difícil, olhando apenas pelo mapa e Strava, e realmente fiquei surpreso com a dificuldade das subidas, uma delas passou os 20% de inclinação”, disse o ciclista brasileiro.

”Vamos tentar um bom resultado, os adversários já sabem quem sou eu, pois está sendo amplamente divulgado aqui. O difícil vai saber quem é pra eu marcar ou tentar andar junto, acredito ser uma prova muito difícil e disputada do começo ao fim. Tentarei meu melhor, com cautela pois existem muitas descidas perigosas”, completou Otávio Bulgarelli.

No final do mês, o tricampeão disputará o L’Étape Brasil em Campos do Jordão (SP), mas dessa vez apenas para acompanhar um aluno da assessoria dele no percurso curto de 66 quilômetros.

L’Étape Brasil by Tour de France faz pequena alteração no percurso para sétima edição

O L’Étape Brasil by Tour de France terá uma pequena alteração de percurso em Campos do Jordão (SP) para sua sétima edição no País. Os ciclistas amadores irão pedalar nas versões de 104 quilômetros (completa) e 60 quilômetros pelas estradas do Vale do Paraíba. A prova mantém suas características desafiadoras e está marcada para 26 de setembro.

A mudança fica apenas para o local da largada, que muda da Praça do Capivari para a avenida Frei Orestes, em frente ao Centro de Eventos André Franco Montoro, espaço onde será montado o Village.A diferença é de apenas 3 quilômetros para a versão completa e 6 para a menor!

Os maiores desafios seguem nas três subidas desafiadoras, com 2.330 metros de altitude acumulada para proporcionar uma experiência genuína do tradicional Tour de France aos participantes. A versão menor terá altitude máxima 1.332.

Na prova completa, a primeira escalada terá 11,3 quilômetros de extensão em Itapeva, seguida de mais 4,8 quilômetros de subida na Serrinha do trevo das rodovias SP-050 e SP-046. Para fechar, os atletas vão percorrer mais 14 quilômetros de ascensão no trecho da Serra Velha.

O percurso será 100% fechado para o trânsito de veículos durante o L’Étape Brasil. Os atletas ainda vão contar com motos de apoio, ambulâncias, helicóptero e oficiais de pistas, além de pontos de hidratação, alimentação, apoio mecânico fixo e veículos para suporte espalhados pelo percurso.

”A mudança é pequena e o percurso oferece oportunidade dos atletas de avaliarem o rendimento deles em subidas e em locais diferentes, como a do Itapeva e da Serra Velha, por exemplo. Quando você tem um circuito muito similar por anos seguidos é possível se comparar em resultados, podendo avaliar sua performance e em treinos ao longo dos anos”, explicou Fernando Cheles, diretor de prova.

Os ciclistas participantes do L’Étape Brasil by Tour de France vão encontrar o Village aberto a partir da sexta-feira, dia 24, com o estandes dos patrocinadores e o processo de retirada do kit de inscrição.

Por meio de uma parceria inédita entre iniciativa privada e a A.S.O. – Amaury Sports Organisation, chegou ao Brasil em 2015 um dos mais respeitados eventos esportivos do mundo. Após três bem sucedidas edições nos anos de 2015, 2016 e 2017 na cidade paulista de Cunha, o L’Étape Brasil seguiu para Campos do Jordão, onde realizará o evento pela quarta vez.

Resultados em Campos do Jordão (SP)

Nas três edições da prova em Campos do Jordão (SP), o vencedor no masculino foi Otávio Bulgarelli. Em 2019, com a distância de 107 quilômetros, o atleta fez em 3h07min02. No ano passado, Otávio Bulgarelli conquistou o terceiro título consecutivo do L’Étape Brasil by Tour de France com a melhor marca: 3h04min35.

No feminino, a carioca Tota Magalhães venceu pela primeira vez no L’Étape Brasil com o tempo de 3h28min06 no ano de 2020. Na prova de 2019, a ganhadora foi a alemã Nadine Gill com a marcas de 3h15min36s.

”É uma prova que se decide na subida, então os atletas tem que estar bem preparados fisicamente e mentalmente para passar pelo menos dois terços do tempo deles subindo, ou seja, fazendo força e contra o seu próprio limite. Isso envolve a parte majoritária do percurso que é o tempo que você passa subindo”, explicou Fernando Cheles.

”O segundo ponto são as descidas que é uma questão de muita habilidade e os atletas precisam avaliar muito bem que como você passa apenas um terço do tempo descendo, arriscando sendo um pouquinho mais rápido em curvas não compensa perante o tamanho do prejuízo de quando erra”.

Os ciclistas participantes do L’Étape Brasil by Tour de France vão encontrar o Village aberto a partir da sexta-feira, dia 24, com o estandes dos patrocinadores e o processo de retirada do kit de inscrição. O espaço será montado no Centro de Eventos André Franco Montoro.

De acordo com a organização, o trabalho para garantir uma prova cada vez mais segura e cuidar de todos os detalhes continuam. A expectativa para setembro é que os atletas vivam uma experiência única e memorável pelas estradas da Serra da Mantiqueira.

L’Étape Brasil: Um mês para a maior prova de ciclismo do País

A um mês do L’Étape Brasil by Tour de France, a expectativa para a realização da maior prova de ciclismo amador do País só aumenta! Em Campos do Jordão (SP), os ciclistas irão se aventurar por percursos para todos os gostos e em uma competição especial com a chancela do Tour de France. A prova, que entre em sua sétima edição, tem o percurso principal de 107 quilômetros e a versão menor de 66 quilômetros.

Os ciclistas participantes do L’Étape Brasil by Tour de France vão encontrar o Village aberto a partir da sexta-feira, dia 24, com o estandes dos patrocinadores e o processo de retirada do kit de inscrição. O espaço será montado no Centro de Eventos André Franco Montoro.

De acordo com a organização, o trabalho para garantir uma prova cada vez mais segura e cuidar de todos os detalhes continuam. A expectativa para setembro é que os atletas vivam uma experiência única e memorável pelas estradas da Serra da Mantiqueira.

”Estamos em reta final de preparação para o L’Étape Brasil seguindo todas as diretrizes. É uma prova especial e monitorada a cada quilômetro. Mantemos o nível internacional como de praxe nesses sete anos com a chancela do Tour de France”.

”Os ciclistas amadores já a colocam na sua programação anual. Em paralelo também trabalhamos na realização da inédita prova do Rio de Janeiro”, disse Bruno Prada, organizador do evento.

A prova nos últimos anos foi aprovada pelos participantes e recebeu feedback positivo da A.S.O. – Amaury Sports Organisation, organizadora do Tour de France. São mais de 10 etapas pelo mundo e o Brasil, pela primeira vez, terá duas edições em 2021, incluindo a do Rio de Janeiro (RJ) em novembro.
As jerseys oficiais para esta edição do L’Étape Brasil foram divulgadas no início de julho. As peças foram pensadas justamente para destacar a prova brasileira, além de explorar formas geométricas e paletas mais claras da logomarca da prova. As inscrições estão encerradas.

”Nesses 30 dias finais intensificamos todo nosso trabalho com a equipe de organização e produção, além de contato diário com a Polícia Militar e Rodoviária, e da prefeitura de Campos do Jordão. Todos os detalhes fazem a diferença”, completou Bruno Prada.

Neste ano, a organização do L’Étape Brasil também realizará uma prova no Rio de Janeiro. As disputas ocorrerão de 19 a 21 de novembro, na Marina da Glória.

Único brasileiro ganhador de etapa do Tour de France conta a experiência da conquista

Único brasileiro ganhador de uma etapa do Tour de France, o ex-ciclista Mauro Ribeiro está na expectativa para a realização da 108ª edição do maior evento da modalidade, que começa no dia 26 de junho, em Brest, na região francesa da Bretanha. A prova terá 3.383 km divididos em 21 etapas com a grande final no dia 18 de julho, em Paris.

No Tour de France, os atletas irão encarar quatro tipos de percurso como os planos, de média montanha, montanha e as de contrarrelógio. Centenas de ciclistas de 23 equipes disputarão o título de 2021. No ano passado, o vencedor foi o esloveno Tadej Pogacar da UAE Team Emirates. O pódio teve na sequência o compatriota Primoz Roglic da Jumbo-Visma e o australiano Richie Porte do Trek-Segafredo.

A competição traz boas lembranças para o ex-ciclista paranaense. Em 1991, durante a 9ª etapa do evento de 160 quilômetros, Mauro Ribeiro venceu o percurso entre Alençon e Rennes. À época, competia pela RMO, equipe profissional da própria França. Agora, no dia 14 de julho, a conquista completa 30 anos.

”É gratificante fazer uma carreira sabendo que o Tour de France é o monumento esportivo, ao lado das Olimpíadas e Copa do Mundo. É, realmente, para quem faz ciclismo o máximo, como experiência e como satisfação de conquistar e participar o Tour de France”.

Nas imagens da prova de 1991, é possível notar que Mauro Ribeiro buscou todas as forças para cruzar a linha de chegada em Rennes após ataque final dos adversários. O ciclista, que estava com a prova dominada após a fuga, quase foi pego faltando poucos metros da chegada, mas 14 de julho era o seu dia! ”Foi uma experiência muito bacana, nessa carreira de quase 20 anos em cima de uma bicicleta.”, destacou mauro Ribeiro, que hoje tem 56 anos.

Para a edição 2021, o ex-ciclista explica que todos os detalhes são importantes para fazer um Tour de France de alto nível e vencer etapas. ”Hoje o ciclismo está muito dinâmico, o que na minha época era mais no feeling. A essência ainda é pedalar. São 21 dias, então cada três ou quatro minutos que pode estar se recuperando ou descansando, ficando o máximo possível em descanso. A gente percebe na história do Tour de France que os ciclistas que largam, apenas 10% chegam com chance de vencer. A ideia é estar nessa meta para vencer uma etapa”.

O ex-ciclista profissional, que também já treinou a Seleção Brasileira em Olimpíadas, não deixou a experiência no Tour de France parar em sua conquista.

No Brasil, ele já pedalou no L’Étape Brasil que, em 2021, terá duas etapas. A primeira delas será em Campos de Jordão (SP) nos dias 24 e 26 de setembro, já a segunda na Marina da Glória, no Rio de Janeiro (RJ), entre os dias 19 e 21 de novembro.

”O L’Étape traduz justamente essa experiência e sensação de estar envolvido com um dos maiores eventos ciclísticos do mundo. Está sendo um sucesso. Tive a possibilidade de pedalar no evento. É muito bacana, traduz uma confraternização muito legal”, completou.

L’Étape Brasil | L’Étape Rio

O Brasil terá duas edições na temporada 2021. O L’Étape Rio acontecerá de 19 a 21 de novembro, na Marina da Glória, e Campos do Jordão (SP), em 26 de setembro.

A etapa do Rio terá como sede a Marina da Glória, com percursos de 111 quilômetros e 62 quilômetros pela orla carioca.

Na versão completa da prova, os ciclistas irão até o Recreio dos Bandeirantes, e logo depois retornarão a Marina da Glória para cruzarem a linha de chegada.

Os participantes serão distribuídos na área da largada em grupos de acordo com seu condicionamento físico, ou seja, os mais rápidos largarão na frente.

Todos os protocolos de segurança e saúde pública, por conta da pandemia de COVID-19, serão respeitados durante a prova.

As inscrições para o L’Étape Rio podem ser feitas através do site www.letaperio.com.br.

AS ETAPAS
Etapa 1 – 26/06/21 Brest Landerneau 187 km
Etapa 2 – 27/06/21 Perros-Gueirec Mur-de-Bretagne 182 km
Etapa 3 – 28/06/21 Lorient Pontivy 182 km
Etapa 4 – 29/06/21 Redon Fougeres 152 km
Etapa 5 – 30/06/21 Changé Laval (ITT) 27 km contrarrelógio individual
Etapa 6 – 01/07/21 Tours Chateauroux 144 km
Etapa 7 – 02/07/21 Vierzon Le Creusot 248 km
Etapa 8 – 03/07/21 Oyonnax Le Grand Bornand 151 km
Etapa 9 – 04/07/21 Cluses Tignes – Val Claret 145 km
Dia de descanso 1

Etapa 10 – 06/07/21 Albertville Valence 186 km
Etapa 11 – 07/07/21 Sorgues Malaucene 199 km
Etapa 12 – 08/07/21 St-Paul-Trois-Chateaux Nimes 161 km
Etapa 13 – 09/07/21 Nimes Carcassonne 229 km
Etapa 14 – 10/07/21 Carcassonne Quillan 184 km
Etapa 15 – 11/07/21 Ceret Andorra la Vella 192 km

Dia de descanso 2

Etapa 16 – 13/07/21 Pas-de-la-Case Saint-Gaudens 169 km
Etapa 17 – 14/07/21 Muret St. Lary Soulan – Col de Portet 178 km
Etapa 18 – 15/07/21 Pau Luz Ardiden 130 km
Etapa 19 – 16/07/21 Mourenx Libourne 203 km
Etapa 20 – 17/07/21 Libourne Saint-Emilion (ITT) 31 km Contrarrelógio individual
Etapa 21 – 18/07/21 Chatou Paris – Champs-Elysees 112 km

L’Étape Brasil | L’Étape Rio

O Brasil terá duas edições na temporada 2021. O L’Étape Rio acontecerá de 19 a 21 de novembro, na Marina da Glória, e Campos do Jordão (SP), em 26 de setembro.

A etapa do Rio terá como sede a Marina da Glória, com percursos de 111 quilômetros e 62 quilômetros pela orla carioca.

Na versão completa da prova, os ciclistas irão até o Recreio dos Bandeirantes, e logo depois retornarão a Marina da Glória para cruzarem a linha de chegada.

Os participantes serão distribuídos na área da largada em grupos de acordo com seu condicionamento físico, ou seja, os mais rápidos largarão na frente.

Todos os protocolos de segurança a saúde publica por conta da pandemia de COVID-19 serão respeitados durante a prova.

As inscrições para o L’Étape Rio podem ser feitas através do site www.letaperio.com.br.

 

Brasileiro Murilo Fischer será mais uma vez embaixador do Tour de France

Com cinco participações em Olimpíadas e também um dos poucos brasileiros a pedalar o Tour de France, o brasileiro Murilo Fischer foi convidado novamente pela A.S.O – Amaury Sport Organisation para ser embaixador e relações públicas do maior evento de ciclismo do mundo.

A 108ª edição do Tour de France começa no dia 26 de junho em Brest, na região francesa da Bretanha.

Nas suas redes sociais, Murilo Fischer atualizará as principais notícias de bastidores do evento, que terá ao todo 3.383 km divididos em 21 etapas com a grande final no dia 18 de julho, em Paris.

O ex-atleta profissional e também parceiro do L’Étape Brasil receberá os convidados no Village das etapas, como se fosse um paddock numa comparação com a Formula 1. Os convidados do Tour de France conhecem como funciona a prova de perto. Cada embaixador tem um carro oficial para acompanhar a corrida, na frente ou lado do pelotão.

”Trazemos os convidados para dentro do Tour de France. Eles vivem uma experiência como se fosse um carro de equipe. Eles entendem como funciona a corrida. Confesso que dá muita vontade de pedalar novamente vendo tudo de perto!”, contou o especialista.

Murilo Fischer está em Treviso, na Itália, após ser convidado pela A.S.O. para fazer algumas provas, como o Dauphiné, uma prévia do Tour de France. Nessa semana, ele segue para o local da largada e já aposta numa competição equilibrada, com muitas possibilidade na mesa nas 21 etapas.

Segundo o especialista, o nível de todas as equipes é muito forte, mesmo com quatro ou cinco se destacando.”Espero um Tour de France bastante equilibrado, sensacional. Nas corridas prévias já demonstrou que terá bastante briga pela camisa amarela. Ciclisticamente falando será um dos melhores Tour de France para assistir. Além das brigas entre os adversários, vamos ver duelos entre atletas da mesma equipe”.

Um dos pontos que na avaliação de Murilo Fischer que será decisivo é a subida mítica do Mont Ventoux na etapa 11, de Sorgues a Malaucène, com 199km. O trecho retorna à rota do Tour de France pela primeira vez desde 2016, quando um temível vento Mistral passando pela chamada ‘montanha careca’ forçou o encurtamento da etapa e, por fim, viu o líder da corrida Chris Froome correndo em direção ao final após sua bicicleta danificada em uma colisão com uma motocicleta. ”É tradicionalmente uma prova para quem escala bem e faz um bom contra-relógio”, completou Murilo Fischer.

Um dos maiores ciclistas da história do Brasil elogiou a realização do L’Étape Brasil, que em 2021 terá duas edições, uma no Rio de Janeiro (RJ) e a tradicional em Campos do Jordão (SP)

Mais sobre o Tour

No Tour de France, os atletas irão encarar quatro tipos de percurso como os planos, de média montanha, montanha e as de contrarrelógio. Centenas de ciclistas de 23 equipes disputarão o título de 2021.

No ano passado, o vencedor foi o esloveno Tadej Pogačar da UAE Team Emirates. O pódio teve na sequência o compatriota Primož Roglič da Jumbo-Visma e o australiano Richie Porte do Trek-Segafredo.

AS ETAPAS
Etapa 1 – 26/06/21 Brest Landerneau 187 km
Etapa 2 – 27/06/21 Perros-Gueirec Mur-de-Bretagne 182 km
Etapa 3 – 28/06/21 Lorient Pontivy 182 km
Etapa 4 – 29/06/21 Redon Fougeres 152 km
Etapa 5 – 30/06/21 Changé Laval (ITT) 27 km contrarrelógio individual
Etapa 6 – 01/07/21 Tours Chateauroux 144 km
Etapa 7 – 02/07/21 Vierzon Le Creusot 248 km
Etapa 8 – 03/07/21 Oyonnax Le Grand Bornand 151 km
Etapa 9 – 04/07/21 Cluses Tignes – Val Claret 145 km
Dia de descanso 1

Etapa 10 – 06/07/21 Albertville Valence 186 km
Etapa 11 – 07/07/21 Sorgues Malaucene 199 km
Etapa 12 – 08/07/21 St-Paul-Trois-Chateaux Nimes 161 km
Etapa 13 – 09/07/21 Nimes Carcassonne 229 km
Etapa 14 – 10/07/21 Carcassonne Quillan 184 km
Etapa 15 – 11/07/21 Ceret Andorra la Vella 192 km

Dia de descanso 2

Etapa 16 – 13/07/21 Pas-de-la-Case Saint-Gaudens 169 km
Etapa 17 – 14/07/21 Muret St. Lary Soulan – Col de Portet 178 km
Etapa 18 – 15/07/21 Pau Luz Ardiden 130 km
Etapa 19 – 16/07/21 Mourenx Libourne 203 km
Etapa 20 – 17/07/21 Libourne Saint-Emilion (ITT) 31 km Contrarrelógio individual
Etapa 21 – 18/07/21 Chatou Paris – Champs-Elysees 112 km

L’Étape Brasil | L’Étape Rio

O Brasil terá duas edições na temporada 2021. O L’Étape Rio acontecerá de 19 a 21 de novembro, na Marina da Glória, e Campos do Jordão (SP), em 26 de setembro.

A etapa do Rio terá como sede a Marina da Glória, com percursos de 111 quilômetros e 62 quilômetros pela orla carioca.

Na versão completa da prova, os ciclistas irão até o Recreio dos Bandeirantes, e logo depois retornarão a Marina da Glória para cruzarem a linha de chegada.

Os participantes serão distribuídos na área da largada em grupos de acordo com seu condicionamento físico, ou seja, os mais rápidos largarão na frente.

Todos os protocolos de segurança a saúde publica por conta da pandemia de COVID-19 serão respeitados durante a prova.

As inscrições para o L’Étape Rio podem ser feitas através do site www.letaperio.com.br.

 

Faltam 100 dias para L’Étape Brasil by Tour de France em Campos do Jordão (SP)

A contagem regressiva para o L’Étape Brasil começou. Em 100 dias, os ciclistas amadores terão a oportunidade de competir em um evento com o espírito do Tour de France. A competição, em Campos de Jordão (SP), será entre os dias 24 e 26 de setembro. Já o L’Étape Rio será a partir de 19 de novembro, na Marina da Glória, no Rio de Janeiro (RJ). As inscrições continuam abertas.

De acordo com a organização, o trabalho para garantir uma prova cada vez mais segura e cuidar de todos os detalhes continuam. A expectativa para setembro é que os atletas vivam uma experiência única e memorável pelas estradas da Serra da Mantiqueira.

Destaque em 2020, a carioca Tota Magalhães segue treinando firme desde a virada do ano. A ciclista foi campeã da sexta edição do L’Étape Brasil.

”Esse ano quero continuar me desenvolvendo como atleta e dando o meu melhor nas provas e nos treinos. O resultado é consequência do processo”, disse Tota Magalhães.

As inscrições para o L’Étape Brasil seguem abertas pelo site: https://letapebrasil.com.br/

L’Étape Rio

A etapa do Rio terá como sede a Marina da Glória, com percursos de 111 quilômetros e 62 quilômetros pela orla carioca.

Na versão completa da prova, os ciclistas irão até o Recreio dos Bandeirantes, e logo depois retornarão a Marina da Glória para cruzarem a linha de chegada.

Os participantes serão distribuídos na área da largada em grupos de acordo com seu condicionamento físico, ou seja, os mais rápidos largarão na frente.

Todos os protocolos de segurança a saúde pública, por conta da pandemia da Covid-19, serão respeitados durante a prova.

As inscrições para o L’Étape Rio podem ser feitas através do site www.letaperio.com.br.

Mais informações:

Site oficial – https://www.letapebrasil.com.br/

Facebook – https://www.facebook.com/letapebrasil/

Instagram – https://www.instagram.com/letapebrasil/

Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCKq1bBlIu2szJDU-oj4McuQ

Strava – https://www.strava.com/clubs/l-etape-brasil-by-tour-de-france-1

 

Especialistas apontam equilíbrio no Tour de France 2021

A 108ª edição do Tour de France começa no dia 26 de junho em Brest, na região francesa da Bretanha. Serão 3383 km divididos em 21 etapas com a grande final  no dia 18 de julho, na famosa Champs-Elysees, em Paris. Os atletas irão encarar quatro tipos de percurso como os planos, de média montanha, montanha e as de contrarrelógio. Centenas de ciclistas de 23 equipes disputarão o título de 2021.

No ano passado, o vencedor foi o esloveno Tadej Pogačar da UAE Team Emirates. O pódio teve na sequência o compatriota Primož Roglič da Jumbo-Visma e o australiano Richie Porte do Trek-Segafredo. Os ciclistas estão confirmados para a ediçào deste ano e devem enfrentar concorrentes de peso como o britânico Tao Geoghegan-Hart, vencedor do Giro d’Italia 2020, e o galês Geraint Thomas, que levou o Tour de France 2018. Ambos são da INEOS.

Segundo prognósticos de especialistas, a prova deve ser uma das mais equilibradas dos últimos anos devido ao nível técnico dos competidores. E os resultados de outras provas mostraram isso na temporada.

”Está muito imprevisível. Tem uma geração muito nova e tem ciclistas que atacam muito nas etapas. Praticamente não terá dia morno, como ocorreu nas grandes voltas deste ano. De uma maneira geral, por causa de COVID-19, foi alterada o local para evitar deslocamento e anteciparam uma semana por causa dos Jogos de Tóquio”, disse Bruno Vicari, dos canais ESPN e Fox Sports, detentores dos direitos de transmissão do Tour de France.

Assista ao vídeo do percurso do Tour de France 2021

”Será um percurso um pouco diferente do que vimos nos últimos anos, menos chegadas ao alto, mais etapas que precisarão ser definidas mais cedo. E o duelo entre Roglic e Pogacar, mas sem o Pogacar ser um elemento surpresa no final, e sim mais vigiado do que foi em 2020. Só que também temos Geraint Thomas em boa forma, Richard Carapaz, Julian Alaphilippe aparentemente pensando em algo para a geral… São vários candidatos”, explicouRenan do Couto, narrador dos canais ESPN e Fox Sports.
Uma das principais novidades para 2021 é uma escalada dupla inédita ao Monte Ventoux e a adição de mais quilômetros de contrarrelógio, que serão divididos em um contrarrelógio individual de 27,6 km na 5ª etapa e um contrarrelógio individual de 31 km na penúltima etapa. Em 2020, foram 36,2 quilômetros contra 58 km na edição deste ano.

“São dois contra-relógios relativamente longos, de 27 km e 30 km, mais do que tivemos nos últimos anos. Nas montanhas, a etapa 11 é a que mais quero ver: duas ascensões do Mont Ventoux! Na última semana, é bom ficar de olho também na etapa 15, que termina em Andorra, em duas chegadas ao alto nas etapas 17 e 18: Col du Portet e Luz Ardiden (essa, passando pelo Tourmalet antes!). Serão dois finais duros em dias consecutivos”, comentou Renan do Couto.

AS ETAPAS
Etapa 1 – 26/06/21 Brest Landerneau 187 km
Etapa 2 – 27/06/21 Perros-Gueirec Mur-de-Bretagne 182 km
Etapa 3 – 28/06/21 Lorient Pontivy 182 km
Etapa 4 – 29/06/21 Redon Fougeres 152 km
Etapa 5 – 30/06/21 Changé Laval (ITT) 27 km contrarrelógio individual
Etapa 6 – 01/07/21 Tours Chateauroux 144 km
Etapa 7 – 02/07/21 Vierzon Le Creusot 248 km
Etapa 8 – 03/07/21 Oyonnax Le Grand Bornand 151 km
Etapa 9 – 04/07/21 Cluses Tignes – Val Claret 145 km

Dia de descanso 1

Etapa 10 – 06/07/21 Albertville Valence 186 km
Etapa 11 – 07/07/21 Sorgues Malaucene 199 km
Etapa 12 – 08/07/21 St-Paul-Trois-Chateaux Nimes 161 km
Etapa 13 – 09/07/21 Nimes Carcassonne 229 km
Etapa 14 – 10/07/21 Carcassonne Quillan 184 km
Etapa 15 – 11/07/21 Ceret Andorra la Vella 192 km

Dia de descanso 2

Etapa 16 – 13/07/21 Pas-de-la-Case Saint-Gaudens 169 km
Etapa 17 – 14/07/21 Muret St. Lary Soulan – Col de Portet 178 km
Etapa 18 – 15/07/21 Pau Luz Ardiden 130 km
Etapa 19 – 16/07/21 Mourenx Libourne 203 km
Etapa 20 – 17/07/21 Libourne Saint-Emilion (ITT) 31 km Contrarrelógio individual
Etapa 21 – 18/07/21 Chatou Paris – Champs-Elysees 112 km

 

L’Étape Brasil | L’Étape Rio

O Brasil terá duas edições na temporada 2021. O L’Étape Rio acontecerá de 19 a 21 de novembro, na Marina da Glória, e Campos do Jordão (SP), em 26 de setembro.

A etapa do Rio terá como sede a Marina da Glória, com percursos de 111 quilômetros e 62 quilômetros pela orla carioca.

Na versão completa da prova, os ciclistas irão até o Recreio dos Bandeirantes, e logo depois retornarão a Marina da Glória para cruzarem a linha de chegada.

Os participantes serão distribuídos na área da largada em grupos de acordo com seu condicionamento físico, ou seja, os mais rápidos largarão na frente.

Todos os protocolos de segurança a saúde publica por conta da pandemia de COVID-19 serão respeitados durante a prova.

As inscrições para o L’Étape Rio podem ser feitas através do site www.letaperio.com.br.

Mais informações:

Site oficial – https://www.letapebrasil.com.br/

Facebook – https://www.facebook.com/letapebrasil/

Instagram – https://www.instagram.com/letapebrasil/

Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCKq1bBlIu2szJDU-oj4McuQ

Strava – https://www.strava.com/clubs/l-etape-brasil-by-tour-de-france-1